Homenagem Dia do Bibliotecário – O Globo

imagem_111

(Foto: Caio Silveira/G1)

Texto de Caio Gomes Silveira

“Pude contribuir para que a biblioteca fosse um lugar especial. Durante meus anos de trabalho, eu vi muitas vidas sendo transformadas pelos livros. Muitas crianças, que antes ‘viviam’ na biblioteca, acabaram se transformando em profissionais de sucesso. Isso é gratificante e sinto que fiz o meu dever, pois as ajudei indiretamente. Mas o mais importante é que elas se tornaram pessoas do bem”. A afirmação é da aposentada de Itapetininga (SP) Ivete do Nascimento Pereira, de 61 anos, que trabalhou 33 anos como bibliotecária e contou sua história ao G1 em comemoração ao Dia do Bibliotecário neste sábado (12).

Ivete afirma que sempre foi apaixonada por livros, mas que decidiu ser bibliotecária após fazer um teste vocacional. “Eu sabia que ia seguir para a área de humanas, mas ainda não tinha uma ideia certa do que queria. Foi então que fiz um teste vocacional que apontou o curso de biblioteconomia, pois, além de leitura, sempre gostei muito de organizar arquivos. Decidi fazer o curso e me formei da Universidade de São Paulo (USP). Desde então, eu não deixei a profissão e foi a melhor coisa que fiz na minha vida”, afirma.

 

Leia mais sobre o assunto em G1 Itapetininga e Região

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s